quinta-feira, 19 de junho de 2014

Papeis femininos

Cara eu odeio os textos sobre mulheres alfas que atolam o face.

Nem toda mulher que faz 10 coisas ao mesmo tempo é feliz. E nem toda mulher que decide NÃO fazer tudo isso é infeliz. Parece uma ditadura da mulher multiplopapéis.
Evoluímos, sim claro. Mas sinto que continuam pressionando a mulher a cumprir um papel. Antes eramos submissas, agora devemos dar conta de tudo e todos.
Desculpa, mas  quem decide os papeis que desejo cumprir sou eu! Não é o mundo com suas exigências megalomaníacas. Adoro o ritmo pesado do trabalho, me sinto muito bem quando consigo cumprir um dia cheio. Mas também gosto de passar o dia na cozinha inventando moda e poderia até deixar de trabalhar para cuidar de filhos (se as finanças permitirem). Sou menos mulher por isso?
A beleza de não ser mais submissa aos homens está na possibilidade de escolher. Mas sinceramente? É possível escolher? Mulheres que optaram por viver uma vida mais leve, cozinhar, cuidar da casa, sentem os olhares incrédulos e desconfiados dos demais. "Ela não trabalha! Que absurdo!" ou "Ela não faz nada! Que absurdo."

Não é preciso ser fêmea-alfa para ser mulher. Go girls. Conquistem o que quiserem.

Nenhum comentário: