sexta-feira, 20 de junho de 2008

O que aconteceu conosco?

Leve seus amigos consigo aonde for, eles são o que o trarão de volta quando você esquecer o caminho. Quando você esquecer quem é.

=/




Sabe aquela época cheia de melhores amigos?
Na escola as melhores amigas, nas férias, melhores amigos, na vizinhança, melhor amiga...
Era assim.

Deus, eles sabiam tudo da minha vida. Nossa amizade era daquelas de não desgrudar. Troquei de colégio algumas vezes na minha vida, mas logo arranjei melhores amigos. Pessoas que tinha um carinho imenso e que sentia que seriam para a vida inteira, nenhum deles era/são insubstituíveis...

Não sei em que caminho nos perdemos. Sei que amizade como aqueles não existem mais. Algumas dessas pessoas estão longe, outras me distaciei, algumas foram mal-entendidos, outras foram as diferenças mesmo...

Só sei que não estão mais aqui! (só uma pessoinha especial, que infelizmente tah longe, mas vorta).

Acontece que pessoas assim são parte de noss identidade, parte de nosso caráter, além do óbvio "parte da história". É um desses "buracos" que nada mais preenche.

quarta-feira, 18 de junho de 2008

"-E aí? vc e ela viram Pecado Original?

-Ver é uma palavra forte."

=X

E.M.A.R.d.S.

terça-feira, 10 de junho de 2008

"Da porta ele pode vê-la.
Os pequenos pés descalços, a pele branca das pernas descobertas, a camisa branca que começava alguns poucos dedos depois do quadril, os botões colocados desleixadamente deixando a mostra a curva dos seios, as mangas dobradas até o cotovelo para não atrapalhar. Ela se curvou de leve para passar um doce a base de chocolate num pão e seu cabelo caiu sobre seu rosto numa onda de cachos largos. Delicadamente a mulher os prendeu num coque e continuou o serviço, sujando os dedos. Sem se notar observada levou o polegar a boca para saborear o doce e sorriu. O sorriso que era a perdição dele."


Karina Matheus dos Santos - Sensualidade em doses homeopáticas

domingo, 8 de junho de 2008

Não vai sobrar nem a escritora para contar a história

Eu naum entendo essa vida onde as pessoas que mais se amam vivem se machucando.
Alguém comete um erro e esse erro cresce... A cada orgulho, a cada palavra não proferida, a cada "não ligo" e a cada coraçaum partido.

Não existe perdão real, não existe honestidade... Negar o que se sente tbm eh mentir.
Meu deus... Existe saida para tanto descaso, desamor e tropeços na escada?Onde está o certo? Quando as coisas se tornaram inevitáveis?


E nessa briga de egos, não vai sobrar ninguém em pé.

E ai está feito.

e ai?
E agora José?

=//

pq?


"Nos perderemos entre monstros
Da nossa própria criação?
Serão noites inteiras
Talvez por medo da escuridão
Ficaremos acordados
Imaginando alguma solução
Pra que esse nosso egoísmo
Não destrua nosso coração

Brigar pra quê
Se é sem querer
Quem é que vai nos proteger?
Será que vamos ter
Que responder
Pelos erros a mais
Eu e você?"



Não esqueça que este teu orgulho é veneno puro. Contra você.

sábado, 7 de junho de 2008

Carta a um amigo

"Eu sei que nós dois éramos bons amigos
Você conhecia meus medos escondidos
Eu guardava segredos proibidos
Estávamos ligados, comprometidos
Algumas vezes menti
Para te proteger
Você me fez fugir
Quando o melhor era mesmo correr
Eu fazia você sorrir
Na hora exata de chorar
Você me ensinou a pedir
Quando eu insistia em mandar
Agora você tem
Novos amigos
Normal que um dia
Isso fosse acontecer
Só não me faça te odiar
Não me peça para esquecer
Não espere que eu seja
Igual a você"

Nenhum de nós - Igual a você

terça-feira, 3 de junho de 2008

Isso não é romance barato

De seus olhos vejo os meus
E as mãos entralaçadas na cama
E os sorrisos misturados

Aqueles que duvidam
Mandem que vejam novelas
Alguns de nós nunca quebram promessas.

segunda-feira, 2 de junho de 2008

"Muitas coisas precisam de tempo, e tempo era justamente a única riqueza de Momo."

(Momo e o Senhor do Tempo, p. 14)

domingo, 1 de junho de 2008

Recusamos quem nos ama em silêncio.

De mãos dadas você a ajudou
Deixou que chorasse
Deixou que se sonhasse,
Para que soubesse:
Há alguém,
Há esperanças
Mesmo que os caminhos sejam longos e distantes,
Não hão de ser frios.

Ela queria ser amada
Ela foi.
E não pode amar de volta..
Não se amargure jovem
Você ira descobrir...
(de novo)