domingo, 29 de dezembro de 2013

Tchau amigo. Você fará falta

2013... Tchau.

Você irá deixar IMENSAS saudades. (E não deixe ninguém dizer o contrário).

Você foi um companheiro incrível, intenso, cheio de surpresas e incrivelmente generoso. Nunca poderia te recompensar por tudo. E agora você já vai.




2014, espero que você tenha ótimas armas se espera superar o ano que passou. É uma tarefa realmente difícil.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Pode-se ter o amor?


"Pode-se ter amor? (...)  Na realidade, existe apenas o ato de amar. Amar é uma atividade criadora.  (...)

Quando ele é vivido no modo ter, ele implica confinamento, aprisionamento ou controle do objeto que se “ama”. É sufocante, debilitante, emperrante, mortificante, estéril. O que se chama de amor é quase sempre um emprego equivocado da palavra, a fim de ocultar a realidade do desamor. (...)


Durante a corte, nenhuma pessoa está ainda certa quanto à outra, mas cada qual tenta conquistar. Ambos são vivos, atraentes, interessantes, sempre belos – tanto mais que a viveza sempre embeleza a face. Nenhum tem o outro; daí a energia de cada um dirigir-se a ser, isto é, a dar e estimular o outro. Com o casamento, a situação frequentemente muda de modo fundamental. O contrato de casamento dá a cada sócio a posse exclusiva do corpo, dos sentimentos e do cuidado. Ninguém mais tem que conquistar, porque o amor tornou-se alguma coisa que se tem, uma propriedade. (...) O que não veem é que não mais são a mesma pessoa que quando amavam um ao outro; que o erro de que se pode ter o amor levou-os a deixar de amar. Agora, em vez de amar um ao outro, ajustam-se para possuir o que possuem juntos: dinheiro, posição social, casa, filhos. (...)” (p. 60 e 61)

Erich Fromm - No livro "Ter ou Ser"

Eu poderia continuar, mas acho que já mostrei o ponto.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Que sorte para nós.

Acabei de assistir “Até que a sorte nos separe 2”. Uma piada. Uma triste piada sobre porque nosso país não vai para frente*.
O filme idolatra o consumo  e o “esperar acontecer”. Sob a desculpa esdruxula de que todo amor é uma aposta, os personagens esperam tudo cair do céu o tempo todo. Ao invés de um pouco de valor ao trabalho, e a poupança, temos isso:

Tito:












 o “herói” que ganha fortunas em loterias, heranças e apostas. Quando perde fica sentado sem fazer bosta nenhuma.

Amauri:













Consultor financeiro, falido, que perdeu a esposa ao falar um bando de besteiras sobre a esposa em seu livro (sobre casamento e finanças).

Jane:













Mulher inteligente, que engravidou de um babaca seu amor antes de entrar na faculdade e continua com ele mesmo quando ele coloca a vida de seus filhos sob a mira da máfia mexicana.

Claro, claro. É uma comédia. Eu ri de várias piadas. Meio pastelão, mas para noites de cinema em família vale.  Só não passou na minha garganta a mensagem de “gaste todo o dinheiro” “ihuruuuuul! Aproveitar é mais importante, o resto... cai do céu”.
A dicotomia é claramente apresentada por Tito versus Amauri. E Amauri (coitado) perde feio. Porque rios de dinheiro se fazem, agora a vida tem que ser vivida hoje. Vai esperando coleguinha...



*Também acho meio batido isso de: “é por isso que o brasil não vai para frente”. Vejo que muitas vezes olhamos e comparamos com culturas completamente diferentes! É claro que se usarmos os parâmetros dos outros vai dar errado. Porém, temos que melhorar muito. Aprender a poupar (aprender basicamente) é algo que falta aos brasileiros e ajudaria as famílias, ao país...

PS´s:
-Camila Morgado está loira neste filme (e atuando muito bem), mas não me dei ao trabalho de procurar.
-Amauri é uma paródia homenagem de Gustavo Cerbasi?

domingo, 22 de dezembro de 2013

Receita de Felicidade

Ingredientes:

1- Bolo formigueiro (mas é importante que durante a receita você espalhe o côco no chão)
2- Chico Buarque cantando Apesar de Você

Pronto!

Mas você tem que seguir EXATAMENTE estes passos. [só que não] Se você segui-los, você terá... a minha felicidade =)

Ser feliz é uma decisão. Então tome a sua. Hoje acordei pouco inspirada, então fui fazer umas coisas chatas. (obviamente ficou MUITO CHATO). Então parei. 
Ai lembrei do meu bolo formigueiro, queria fazer há uns 3 meses, mas sempre tinha uma coisa... Levantei e vim. Coloquei umas músicas e fui fazendo aproveitando o momento.
Lá pelas tantas fui abrir o pacote de côco e ele explodiu pela cozinha.
Bom o resultado é quando tocou "Apesar de você" do Chico, eu estava sambando, batendo na minha forma (que eu deveria untar) em cima do côco (nem quero pensar na limpeza depois). Parece que o sol nasceu.

Não se acorda feliz, mas pode-se decidir ser feliz com o que se tem.
(Isso sim é receita)

ps. Ainda estou caçando a cobertura que minha vó fazia para esse bolo. Vou ter que me conformar em chutar alguma coisa aqui... Eu lembro que era ovo, margarina, nescau... E ficava crocante. Não ia no fogo.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Viva e deixe viver

Querido Mestre Perls disse:

Eu sou eu;
Você é você.
Eu  faço as minhas coisas;
Você faz as suas;
Não vim ao mundo para corresponder as suas expectativas;
E você não veio para corresponder as minhas;
Se por acaso nos encontramos é lindo.
Se não, não há o que fazer.


Em nosso (meu) imenso empoderamento, prepotência e etc; acreditamos que podemos muito. Que podemos influenciar e fazer algo. Mas sobre o fluxo da vida dos outros não podemos nada (só o outro pode nos dar esse poder).

E infelizmente, várias vezes, alguns escolherão caminhos que os machucam e os afastam daqueles que mais os amam. Está fora de nossas mãos fazer algo.

Não há nada a ser feito, a não ser aceitar o fato que cada um vive a vida a seu modo; e, ou o encontro é possível, ou não. Será triste e lindo. Cada qual ao seu modo.


quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Listas e sucessos

Ultimamente voltei a entrar constantemente no Facebook.

Uma das coisas que mais tenho lido é listas de como ter sucesso na vida. Algumas muito boas, e algumas muito... Enfim. 
Mas se eu seguisse todas elas, bem eu só faria isso (espero que o resultado fosse eu me tornar zilhonaria porque daria realmente MUITO trabalho).

Algumas das pérolas que encontrei:

"Aprenda a programar"

Ora, eu não sou boa nisso. Entendo bastante de computadores, mas não sei nada de programação. Não quero me dedicar a isso. Então serei fracassada =B

"Faça exercícios pela manhã"

Putz fiz as 15 hrs. Lá se foi...

"Pareça inteligente."

Porque nessa vida não basta ser. Só que não. 

Não quero me expressar mal. Eu gosto da dica dos exercícios pela manhã!Depois de lê-la eu acordei hoje mais cedo para tentar (na verdade perdi o sono, mas levantei para me exercitar)! Só que acredito também que se você preferir fazer exercícios as 9 da noite você é quem sabe!
Assim como acredito que aparências (infelizmente) contam. Você deve leve isso em conta.

O que eu não acredito é em regras.

Bom, na verdade eu acredito nessa: Seja você. Só escutando o que VOCÊ quer, com o quer parecer, e que horas quer se exercitar, é que vai alcançar o sucesso.
Quando se faz com prazer, se faz mais rápido e se gasta menos energia (porque não se desperdiça energia em obrigar seu corpo em ir contra si mesmo).
E não, não passe a programar para ter sucesso. Tem gente que faz isso bem e porque gosta.
Cada um no seu quadrado.