segunda-feira, 27 de agosto de 2007

A chave


A chave para não se apaixonar
é não sonhar...

JOgue a chave fora!


"A inteligência sem amor te faz perverso
A diplomacia sem amor te faz hipócrita
O êxito sem amor te faz arrogante
A riqueza sem amor te faz avaro
A beleza sem amor te faz ridículo
A autoridade sem amor te faz tirano
O trabalho sem amor te faz escravo
A simplicidade sem amor te deprecia
A política sem amor te faz egoísta
A fé sem amor te deixa fanático
A vida sem amor não é vida"


{e essa maldita chave grudada no meu pescoçoooo =S)

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

esse calor

"Não fale desse jeito comigo que eu não gosto
Eu tô fingindo calma com a alma carregada
Não fale desse jeito comigo que eu não quero
Não se meta nem comigo nem com o povo que eu paquero
Não fale desse jeito comigo que eu detesto
Tão dizendo nas esquinas, nas quebradas, é que eu não
presto

Esse calor que sai de você embaçou o meu retrovisor
Você não quer que eu olhe pra trás e diz que o passado
já passou
Esse calor que sai do cigarro que você fuma falando de
amor
Não fale mais, o futuro é a arma da ilusão que foi
você que carregou

Não fale desse jeito comigo que eu atiro
Eu tô num dia lindo com minha nuvem carregada
Que não cruze o meu caminho quem me despreza
Na guerra eu tô no meu direito e já inventei a minha
reza

Eu jogo pra ganhar e de ninguém eu tiro
E se não escutou, eu uso o berro, eu uso o grito

Não fale desse jeito comigo que eu não gosto
Não fale desse jeito comigo que eu não quero
Não fale desse jeito comigo que eu detesto
Não fale desse jeito comigo que eu não gosto"




x@ pra vc, de presente
[keim dah o tapa sempre espera o retorno]


de alguma forma estranha, a culpa eh sua ¬¬
naum sei pq...
naum sei como...
mas desde então as coisas tem acontecido assim

quarta-feira, 22 de agosto de 2007




"Quando me apaixono, me apaixono por um ser humano. Eu não vejo um homem ou uma mulher, uma pele negra ou branca, um adolescente ou um cinqüentão, mas uma alma da qual sou o complemento."




amigo, nossa historia eh bonita pela lição de amar acima do resto,
amar e soh,
amar sempre

{Quero acordar taum feliz qto vc}

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Naus, espadas e beijos


"Apenas no século passado [ano do texto: 1988] um homem conseguiu escrever sobre isto - disse, estendendo o papel ao díscipulo. - Embora seja verdade há muitas gerações.

[...]

'A gente destrói aquilo que mais ama
em campo aberto, ou numa emboscada;
alguns com a leveza do carinho
outros com a dureza da palavra;
os covardes destroem com um beijo
os valentes, destroem com a espada.'

Oscar Wilde, Balada do cárcere de Reading"

[As Valkírias - Paulo Coelho]


Eu estava quieta no meu canto, me sentindo um tanto esvaziada (sim sim, eh essa a palavra q eu queria usar mesmo, não foi um engano...) quando um livro me aparece no caminho...
Estranhamente (ou não, na verdade acredito mais que não seja acaso) ele traz um tema pra minha vida que surgiu do nada a um mês... Parece a mão de alguém me indicando o que devo aprender.
E dentro da jornada que é aprender aquilo que lhe é entregue, eu encontrei uma lição maior: você destroi tudo o que ama!
TUDO!

Aos poucos o amor vai morrendo pq vc foi destruindo...
Acabam-se os namoros, vc acaba com a confiança, afastas os filhos, briga e magoa os amigos...

E é preciso destruir, desconstruir... Para poder crescer.
Como a poda de uma arvoré... Bom talvez não exatamente...
É duro, e as vezes imperceptível. Mas é a sina de amar, destruir...

Eu não sei se é mais fácil ou díficil amar assim.
Eu não sei de mais nada...
Sei do meu esvaziamento e o pq dele


(falei coisa com coisa?) :S

quarta-feira, 8 de agosto de 2007


Anjo Negro
teus olhos são a única luz,
me enfeitiçasse com um beijo.
Na tua escuridão me perco e me encontro.

Fada minha,
feiticera,
se tivesse tido a escolhe, escolheria ficar
te amando no abismo

Serafim meu,
pede.
pede, porque minha alma eh tua
amarrada no teu cheiro

Anjo negro
teu corpo queima o meu
tuas curvas me envenenam
o que fizeste?

Dentre todas as maldições
escolhi te odiar
e te ter
e te amar

Dama, me convidas para sua dança
me chama para a perdição
Mulher vou arder no inferno
e morrer na sua cama.

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Ironia divina


Perfeição
Cansa neh?

[grandes defeitos vem com grandes kalidades]


ai o cara q te chamo d adulta se cansa da sua infantilidade
o outro q diz q vc jogo fora a grande amizade, talvez nem a kisesse

eu penso q como estamos exausto
os nossos joguinhus nos mostraram o qto somos mascarados
eu sou a fria aki naum eh?
eu sou a traidora...

[naum estou sendo ironica... ironia tah meio esgotada por essas bandas... se alguem kiser contrabandear pra mim...]

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Quem iria ganhar?


O que eu ganhei?

nada...

Mas o q eu PERDI?

temo que a resposta seja a mesma.





"eu vou sempre te apoiar... em tudo! se vc matar um cara eu vou estar do seu lado, mesmo qdo estiver errado..."

qtas promessas mais vou quebrar?




"vc naum pode banhar-se duas vezes no mesmo rio
da segunda vez nem vc, nem o rio serão os mesmos."

não... promessas feitas a alguém não duram para sempre, as pessoas morrem...

{As flores de plástico não morrem...}

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Amor meu grande amor... Não chegue na hora marcada... Assim como as canções

"Nunca ter tido desilusões amorosas é um privilégio para os imbecis"

;]

Talvez as pessoas nunca entendam
como eu e vc ainda somos nós

dificil ver que choramos tanto, que acabamos rimos
amamos tanto, que odiamos
machucamos tanto, que cicatrizou
fomos tão burros, que entendemos afinal
tão infantis, que conseguimos surperar
e tão maduros, que conseguimos sonhar
vivemos tanto, que foi pouco.