sexta-feira, 21 de novembro de 2008

"Nem tudo é consumo."

Nem tudo são números, alguns não estavam a venda.
E não estou falando só de se deixar levar pelo lucro fácil, se atolar nO Sistema e se afogar em grana fácil sacaniando os outros.

Estou falando de mais. As pessoas não importam mais.
Numa roda de amigo, não se presta mais atenção aquele que precisa de uma chance de ser real! Porque se reunir para rir (bebendo cerveja ou coca) e esquecer de tudo, funciona. Um dia. Todos não.

Nem tudo é consumo. Nem tudo se resolvendo barganhando risadas para esquecer.
As pessoas precisam ser ouvidas, acolhidas.
Não esqueça que é preciso mais que notas na faculdade, diploma e dinheiro para ser feliz.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

"pq as pessoas querem sentir... ao contrario de vc"

Bueno, M.



sou eu a pessoa perdida na floresta.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Marque suas trilhas com algo melhor que pão.

Eu ainda posso ver-te escondido entre suas mentiras, mas acho que você esqueceu o caminho de volta.

É o que eu acho.

Talvez porque te pegue as vezes olhando em volta sem reconhecer a relva, a marca do tempo e o reflexo no lago.
Ou talvez, e sei que é isso que está pensando, seja porque fiz o mesmo: me perdi ai também.

Ah, se tu soubesse que caminhar é mais fácil que se lamentar, que a única coisa que te impede é temer a trilha.
A trilha nunca será pior que a clareira onde você para mais que uma noite.
Nunca acampe muito tempo, você esquece que não há perigo maior do que os de sua mente.
"Ando devagar porque ja tive pressa e levo este sorriso porque já chorei demais..."

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

...E eu quero gritar pro mundo que amo você.
Que tá difícil respirara aqui.
Que tanto platoniscismo me sufoca.

Já dizia camões "e vivo e puro amor de que sou feito, como a matéria simples busca a forma"
tradução: por mais puro que seja, amor que é amor quer carne, lábios e suor.














Cansei de ficar quieta.