quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

REMÉDIO - Acústicos & Valvulados

"
Esse remédio jamais vai curar
Esse remédio eu conheço, é aspirina
Isso só faz com que a cabeça descanse em Paz
Enquanto a confusão contamina

Esse remédio jamais vai curar
Esse remédio azul Anfetamina
Isso só faz do beijo o Amor, e do Amor a pastilha
Que eu ponho na boca e termina

É como verso popular
Chega nas nuvens, desmancha no ar
E sempre volta pro lugar

Esse remédio jamais vai curar
Esse remédio eu conheço é gasolina
Isso queima quem brinca com fogo, quem corre, quem fica
E quem quer mais calor na retina

É como verso popular
Chega nas nuvens, desmancha no ar
"

Só pq essa música é do carralho.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

A culpa é sua - Poema

Esse estava no meu pc, de presente para o Loiro a muito tempo.
Bem aí está:

{Engraçada esta vida, onde poeta feliz é poeta morto... Nenhum deles sabe escrever qdo se está feliz.}

A culpa é do teu sorriso
Que me ilumina e distrai
Das tuas mãos
Que me levam onde querem
Do teu óculos
Que te deixa cdf
Da tua boca
Que conta besteiras ao meu ouvido
Da sua chatisse
Que te faz lindo
Dos teus pecados
Que me fazem rir
Da tua braveza
Que te dá charme
Do teu corpo perto do meu
Que esvazia minha mente

Karina Matheus dos Santos, aula de histologia 18/06/08

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Sabe quando você ganhou um enorme presente da vida?
Yehp.

Eu ganhei.
Ganhei esse amor lindo e fodásticamente raro quando achei que não sentia mais essas coisas desse jeito adolescente. Bom eu senti tudo isso desse jeito bem adolescente e também senti paz e mais um milhão de coisas únicas.

Ganhei meu presente.
Mas foi BEM merecido. Lutei três anos por isso.

Teve uma hora que eu finalmente consegui respirar e começar a melhorar e agora as coisas derem certo! Você tem que escolher ser feliz! Todo dia!
Não vai dar certo sempre, na verdade na maior parte do tempo dá errado, mas você continua tentando. Quando acha que não dá, espere. Se a fé acabou, dê um tempo. Mas não se entregue. Passa. Cada dia.

Por isso to mto feliz.

Como disse a zilhões de posts atrás, o fim de uma relaçao nao indica q nao deu certo (na verdade nesse caso indica sim, mas eu estou feliz ainda assim).

bjosmeliga.

sábado, 16 de janeiro de 2010

Melancolia

E todos me perguntam se estou bem. E antes de ouvir a resposta, já ouço que mereço mais que isso, que tudo vai ficar bem.
Então eu respondo que estou bem, que a vida é caminhar mesmo e não tenho medo de nada disso. Já sobrevivi a piores.
Tive raiva das metades, é o meio-termo, a água morna, que me mata. Que matou cada dia de dezembro, que me fez preferir um quase-fim, um silêncio, que um quase-relacionamento. Realmente pedi paz e silêncio, porque era tanto "quase" e "metade" que minha cabeça dava voltinhas.

Finalmente eu soube que precisava voltar para casa de qualquer forma e por ordem em tudo. E isso não doeu. Também não estou aos pulos.

Só sinto falta daquela paz que só o sorriso dele me deu até hoje. E aí um certo receio de ter perdido isso.

Graças aos deuses a melhor frase de todas veio da boca salvadora da Malu: "Você já sabe que pode estar em paz com alguém, só falta descobrir quem."

Quantas pessoas morrem sem estar em paz uma única vez com outra pessoa?

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Não sei o que escrever.
=/

"Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar.
Vamos dar a meia-volta, volta e meia vamos dar.
O anel que tu me destes era vidro e se quebrou,
o amor que me tinhas era pouco e se acabou."

??