domingo, 21 de dezembro de 2014

A lenda de Korra e seu final subversivo, ou não.

Hoje assisti o final de A lenda de Korra. Assisti porque vi a matéria "Korra, o desenho mais poderoso e submersível de 2014". Li apenas o título e resolvi me dedicar a assistir os seis episódios que faltavam para terminar a série.

http://www.mundoavatar.com.br/2014/12/korra-o-desenho-mais-poderoso-e-subversivel-de-2014/

O episódio é sensacional, a luta final é linda e encaixa na série. Nada muito diferente do previsto. (Exceto por serem duas mulheres e toda a questão feminina que a matéria citada levanta).

Mas o fim... Ah o fim é uma surpresa. Vou dizer que senti muitas coisas numa fração muito pequena de tempo. Ao final a mocinha não escolhe o mocinho, mas vai embora com sua amiga. Crianças acharam bonito, mas é bem obvio aos olhos adultos que elas resolveram seguir a vida juntas.

 Primeiro senti empolgação e orgulho pelo final escolhido. Legal, um desenho sem medo de ousar. E afinal de contas é sutil (não muito...). Em seguida achei estranho... Não houve muitos indícios de romance ou interesse entre elas. O romance de ambas com Mako foi interessante e lindo (daqueles de esperar o final e saber com quem ele ia ficar). E assim, sem indícios elas resolvem ficar juntas. Finalmente fiquei com a sensação que de subversivo este final não tem nada.

A série realmente deu destaque para personagens femininas, sem com isso diminuir os homens. Na verdade acho que todos tiveram espaço. Agora este final me parece explorar toda um interesse e uma discussão quanto as diversas sexualidades e se aproveitar de uma época em que casais lésbicos fazem cada vez mais sucesso.

Então, recapitulando, acho que o final foi bom e interessante, mas acho que foi forçado. Se a realação deveria terminar assim poderia ter sido melhor trabalhada. Os autores fizeram um excelente trabalho com o resto...


Nenhum comentário: